Fronteiras da Inteligência

A espiritualidade é a área da "inteligência" humana capaz de lidar com paradoxos e contradições. Não seria uma forma de inteligência se não houvesse uma maneira de transitar por entre esta área da mente com alguma referência. Estas referências são os sensos e as reverências que são desenvolvidas pela vida afora.

Atualmente as empresas que estão em busca de sucesso material descobriram que sem a espiritualidade sua eficiência decresce e, em um mundo de competição, ninguém pode se dar ao luxo de passar ao largo de uma determinada forma de inteligência. Este texto, que contém várias histórias, visa exemplificar o que é essa forma de inteligência chamada de espiritualidade e mostrar algumas das regras de sua "lógica".

Este livro apresenta seus exemplos de inteligência espiritual sob a forma de parábolas e histórias. Esta forma de organizar expressões e teorias convoca o inconsciente para demonstrar como funciona a espiritualidade. O livro é estruturado através da apresentação dos sensos e reverências. São elas: contra-senso, senso de si, senso de propósito, de confiança, de passagem, de limite, de direção, de discernimento, de saída, de conciliação, de bondade, de autovalor, de ilusão, de servir, de oferenda, de revelação, de tolerância, de conexão, de medida, de prioridade, de recurso, de missão, de doença, de bênção e de salvação.

Deixe um comentário

As informações assinaladas com (*) são obrigatórias.

Alterar seu perfil

Login com Facebook